Décimo Segundo Passo

 

ORAÇÃO PARA O DÉCIMO SEGUNDO PASSO


Querido DEUS, meu despertar espiritual continua à se manifestar. A ajuda que recebi passarei adiante e darei aos outros, tanto dentro como fora da comunidade. Dou graças por essa oportunidade. Peço-TE humildade para que eu continue à caminhar dia à dia na estrada do progresso espiritual. Rogo-TE que concedas a força interior e a sabedoria para praticar os princípios deste modo de vida em tudo o que faço e digo. Preciso de TÍ, dos meus amigos e do programa todas as horas de cada dia. Este é um modo melhor de viver.

 

 

TENDO EXPERIMENTADO UM DESPERTAR ESPIRITUAL GRAÇAS À ESTES PASSOS, PROCURAMOS TRANSMITIR ESTA MENSAGEM AOS ALCOÓLATRAS E TOXICÔMANOS E PRATICAR ESTES PRINCÍPIO EM TODAS AS NOSSAS ATIVIDADES.

Viemos ao grupo de auto ajuda ou à Fazenda devido aos destroços do nosso passado. A última coisa que esperávamos era um despertar do espírito. Queríamos apenas que a dor parasse.
Os Passos condizem à um despertar de natureza espiritual. Este despertar é demonstrado pelas mudanças nas nossas vidas. As mudanças nos tornam mais capazes de viver segundo os princípio espirituais e de levar a nossa mensagem de recuperação e esperança ao dependente que ainda sofre. Entretanto, a mensagem não tem sentido se não a vivermos. À medida que a vivemos, nossas vidas e ações dão-lhe maior significado do as nossas palavras e leitura jamais conseguiram.
A idéia de um despertar espiritual toma muitas formas diferentes nas diferentes personalidades que encontramos dentro do nosso grupo anônimo ou da Fazenda. Mas todo o despertar espiritual tem algumas coisas em comum. Os elementos comuns incluem o fim da solidão e um sentido de direção nas nossas vidas. Muitos de nós acreditam que um despertar espiritual não tem sentido, se não for acompanhado por uma crescente paz de espírito e interesse pelos outros. Para mantermos a paz de espírito, nós nos esforçamos para viver no aqui e agora.
Aqueles de nós que trabalharam estes passos o melhor que puderam, receberam muitos benefícios. Acreditamos que os benefícios são resultado direto de viver este programa.
Quando começamos à apreciar o alívio da nossa dependência, corremos o risco de assumir novamente o controle de nossas vidas. Esquecemos a agonia e a dor que conhecemos. Nossa doença controlava as nossas vidas, quando nos dopávamos ou nos embriagávamos. Ela está pronta e aguardando para assumir o controle de novo. Rapidamente, esquecemos que todos os nossos esforços passados, para controlarmos as nossas vidas, falharam.
A esta altura, a maioria de nós percebe que a única maneira de mantermos o que nos foi dado é partilhar esta nova dádiva da vida com o dependente que ainda sofre. Este é o melhor seguro contra uma recaída na tortuosa existência do uso. Chamamos à isso levar a mensagem, e nós o fazemos de diversas maneiras.
Quando partilhamos com alguém novo, podemos pedir para sermos usados como instrumento espiritual do nosso PODER SUPERIOR. Não nos colocamos como deuses. Quando partilhamos com uma pessoa nova, muitas vezes, pedimos a ajuda de outro dependente em recuperação. É um privilégio responder à um apelo de ajuda. Nós, que já estivemos no abismo do desespero, sentimo-nos afortunados por ajudar os outros à encontrarem a recuperação.
Ajudamos os novos à aprender os princípios do grupo de Auto Ajuda e da Fazenda. Temos que fazer com que eles se sintam bem-vindos e nós os ajudamos à aprender o que programa tem a oferecer. Partilhamos nossa experiência, força e esperança. Quando possível, acompanhamos os recém chegados à uma reunião.
Este serviço abnegado é o verdadeiro princípio do Passo Doze. Recebemos nossa recuperação de um DEUS, na maneira em que o concebemos. Nós nos colocamos agora a SUA disposição, como SUA ferramenta, para partilhar a recuperação com aqueles que a procuram.
A maioria de nós aprende que só podemos levar a nossa mensagem à alguém que esteja pedindo ajuda. Às vezes, o poder do exemplo é a única mensagem necessária, para que o dependente que ainda sofre estenda a mão. Um dependente pode estar sofrendo, mas não estar disposto à pedir ajuda. Podemos nos colocar à disposição destas pessoas, e alguém estará lá, quando elas pedirem. Aprender à ajudar os outros é um benefício do programa. É impressionante como o trabalho dos Doze Passos nos afasta de humilhação e do desespero, e nos conduz para agirmos como instrumentos do nosso PODER SUPERIOR. É nos dada a habilidade de ajudar um companheiro dependente, quando ninguém mais consegue. Vemos isto acontecer entre nós todos os dias. Esta virada milagrosa é a evidencia de um despertar espiritual. Partilhamos da nossa experiência pessoal, como aconteceu conosco. A tentação de dar conselhos é grande, mas, quando o fazemos, perdemos o respeito dos recém chegados. Isto turva a nossa mensagem. A Mensagem simples e honeste de recuperação da dependência soa verdadeira.
Freqüentamos as reuniões e nos fazemos visíveis e dispostos à servir à irmandade. Damos livremente e com gratidão o nosso tempo, serviço e o que encontramos aqui. O serviço de que falamos em N. A é o propósito primordial dos nossos grupos. O Serviço é levar a mensagem à outros toxicômanos ou alcoólatras que ainda estejam sofrendo. Quanto mais prontamente nós mergulhamos e trabalhamos, mais rico será o nosso despertar espiritual.
A primeira maneira de levarmos a mensagem fala por si própria. As pessoas nos vêem e lembram-se de como éramos. Reparem que medo está deixando nossas faces. Elas nos vêem reviver gradualmente.
Uma vez encontrado o verdadeiro caminho da recuperação, o tédio e a complacência não tem lugar na nossa vida. Mantemo-nos limpos, começamos à praticar princípios espirituais como esperança, rendição, aceitação, honestidade, mente aberta, boa vontade, fé, tolerância, paciência, humildade, amor incondicional, partilha e interesse. À medida que a nossa recuperação progride, os princípios espirituais tocam todas as áreas de nossas vidas, porque simplesmente tentamos viver este programa aqui e agora.
Encontramos a alegria, quando começamos à aprender como viver pelos princípio de recuperação. É a satisfação de ver uma pessoa limpa, há dois dias, dizer à outra, com um dia limpo, que um dependente sozinho está em má companhia. É a alegria de ver alguém, que estava batalhando para conseguir ajudar outro dependente manter-se limpo, de repente, conseguir encontrar, no meio da conversa, as palavras necessárias para levar a mensagem da recuperação.
Sentimos que nossas vidas estão valendo a pena. Espiritualmente revigorados, estamos contentes por estar vivos. Quando usávamos, nossas vidas tornaram-se um exercício de sobrevivência. Agora, estamos vivendo muito mais do que sobrevivendo. Compreendendo que a base é nos mantermos limpos. Podemos apreciar a vida. Gostamos de estar limpos e de levar a mensagem de recuperação ao dependente que ainda sofre. Ir a reuniões realmente funciona.
A prática de princípios espirituais no nosso dia-a-dia nos conduz à uma nova imagem de nós mesmos. Honestidade, humildade e mente aberta ajudam-nos à tratar os outros de maneira justa. Nossas decisões passam à ser temperadas com tolerância. Aprendemos à nos respeitar.
As lições que aprendemos na nossa recuperação, às vezes, são amargas e dolorosas. Ajudando os outros, encontramos a recompensa do auto-respeito, pois temos a possibilidade de partilhar estas lições com outros membros de caminhada. Não podemos negar à outros dependentes a sua dor, mas podemos levar a mensagem de esperança que nos foi dada por companheiros dependentes em recuperação. Partilhamos os princípios da recuperação, como eles funcionaram nas nossas vidas.
DEUS nos ajuda, quando ajudamos uns aos outros. A vida assume um novo significado, uma nova alegria e a qualidade de ter valor e de valer a pena. Somos revigorados espiritualmente e estamos contentes por estar vivos. Um aspecto do nosso despertar espiritual surge através da nova compreensão do nosso PODER SUPERIOR que desenvolvemos compartilhando a recuperação de outro dependente.
Sim, somos uma nova visão de esperança. Somos exemplos de que o programa funciona. A felicidade que temos em viver limpos é uma atração para o dependente que ainda sofre.
Nós nos recuperamos para uma vida limpa e feliz. Bem vindo ao Programa. Os Passos não terminam aqui. OS PASSOS SÃO UM NOVO COMEÇO!

Voltar